sábado, 4 de setembro de 2010

Na Capital, Lula inaugura complexo Cabaça e autoriza anel viário

Publicado no canal | 23/08/2010 - Cidade Branca


Além das obras dos Complexos Cabaça e Segredo, em Campo Grande, o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva assina amanhã, a ordem de serviço para a construção do macroanel no contorno rodoviário das saídas para Rochedo e Cuiabá. A informação acaba de ser divulgada, em entrevista coletiva, na superintendência da Caixa Econômica Federal, pelo diretor do Denit, Marcelo Miranda. A solenidade será realizada às 15 horas nas obras do córrego Cabaça.

O presidente desembarca na Capital vindo de Dourados por volta das 13h30 na Base Aérea e almoça no local com a presença de autoridades locais como o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e o governador André Puccinelli (PMDB). Veja agenda completa na notícia relacionada

O macroanel tem 21,8 quilômetros e custará R$ 30 milhões, sendo que R$ 3 milhões são recursos da prefeitura da cidade. O restante do dinheiro é do Ministério dos Transportes. A previsão é de que a obra esteja pronta em um ano.

Conforme o prefeito Nelsinho Trad (PMDB), o macroanel ligará as saídas para os municípios de Rochedo, no interior de Mato Grosso do Sul, e Cuiabá (MT). A obra é a última etapa de ligação completa do macroanel do entorno da Capital.

Com isso, diz o prefeito, Campo Grande será uma das únicas cidades do Brasil com integração total de seus contornos rodoviários. A Prefeitura, com recursos do Ministério dos Transportes, já pavimentou e interligou as saídas para Três Lagoas, São Paulo, Sidrolândia, Aquidauana, Cuiabá e Rochedo.

Córregos

O projeto de urbanização dos córregos Cabaça e Segredo receberam recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Governo Federal somando juntos aproximadamente R$ 66 milhões de investimentos.

Os projetos incluem remoção de famílias de área de risco e construção de novas unidades habitacionais, obras de drenagem e implantação de avenidas nas margens do córrego e construção de Parque Linear com pistas de caminhada, ciclovias e áreas de lazer. As áreas degradadas passaram por recuperação total, integrando a preservação do meio ambiente com qualidade de vida para a população da região.

Complexo Cabaça

A construção do Parque Linear do Cabaça recebeu recursos de cerca de R$ 10 milhões e ainda inclui a continuação da Avenida Fábio Zahran (Via Morena). A avenida terá cerca de 3 km e em todo o percurso foi implantado sistema de drenagem de águas pluviais.

A intervenção possibilita urbanização de toda a região beneficiando direta e indiretamente mais de 104 mil moradores de bairros como Jardim Paulista, Dr. Albuquerque, Maria Aparecida Pedrossian, Moreninha, Rita Vieira, São Lourenço, Tiradentes, TV Morena e Universitário.

A população que até então vivia em condições vulneráveis no entorno do córrego Cabaça agora recebe qualidade de vida. A remoção de moradias em fundo de vale faz com que dezenas de famílias saiam da situação de risco por causa da proximidade com os córregos e implicações de enchentes na época de chuvas.

Os moradores foram transferidos da região do córrego Cabaça e receberam novas residências na Vila Carlota, próximo ao bairro Universitário. Em fevereiro deste ano foi inaugurado o Residencial Geraldo Corrêa da Silva, na Rua da Alegria, com 50 unidades habitacionais e redes de água e esgoto e energia elétrica.

Ao todo são 49 casas com área de 34,68 m² e uma casa adaptada com área de 40,07 m², para atender aos futuros moradores portadores de necessidades especiais e mobilidade reduzida permanente. O projeto da residência possui sala/cozinha, sanitário e dois quartos.

Para a construção das casas foi investido R$ 721.259,64, sendo R$ 509.281,43 provenientes de repasse federal por meio PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e R$ 211.978,21 de investimentos da Prefeitura Municipal.

Complexo Segredo

Com recursos em torno de R$ 30 milhões assegurados pelo PAC e contrapartida da Prefeitura, as obras de urbanização e modernização do Complexo Segredo modificando para melhor a vida de cerca de 21 comunidades de bairros da região Norte da Capital.

A obra faz a ligação da Avenida Mascarenhas de Moraes com o Residencial Estrela do Sul, levando pavimentação asfáltica dos bairros próximos ao Córrego Segredo como Mata do Segredo, José Abrão, Jardim Seminário, São Benedito, Otávio Pécora, Estrela do Sul e Coronel Antonino. A intervenção promove a integração de seus acessos beneficiando direta e indiretamente cerca de 93 mil pessoas.

O projeto é formado por urbanização do córrego, com drenagem e pavimentação de 6,5 km de avenidas e construção de Parque Linear do Segredo, com recuperação de áreas degradadas e criação de ciclovias, pistas de caminhada, área de lazer e ainda um centro de reciclagem e viveiro de mudas.

As 500 famílias que moravam em sub-habitações nas margens do córrego Segredo foram removidas das áreas de risco e ganharam moradias dignas e qualidade de vida, com redes de água e esgoto e energia elétrica. Os moradores foram transferidos para os Residenciais Gabriel Spipe Calarge (Gabura), Tarsila do Amaral e Arnaldino da Silva.

O Complexo Segredo compreende ainda a construção de quatro pontes e barragens para conter as enchentes, diminuindo a velocidade das águas que chegam aos demais córregos e causam fortes enxurradas e alagamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário