sexta-feira, 1 de outubro de 2010

BNDES libera R$ 400 milhões para a construção da Arena Amazônia

Portal 2014

Projeto da Arena Amazônia, estádio da Copa (crédito: GMP/Divulgação)
Tamanho da letra
 
Jackeline Farah - Manaus
postado em 01/10/2010 12:44 h
atualizado em 01/10/2010 13:21 h
O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) liberou ontem (30/9) empréstimo de R$ 400 milhões para a construção da Arena Amazônia. O anúncio foi feito pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento do estado, Marcelo Lima, durante vistoria do ministro do Esporte Orlando Silva ao canteiro de obras do estádio.

Iniciadas em março, as obras de demolição do estádio Vivaldo Lima estão sendo realizadas com recursos do tesouro estadual. “Nosso projeto foi aprovado sem ressalva e agora é aguardar a orientação do banco para a assinatura do contrato, que deve ocorrer na próxima semana”, disse Lima. 

“Estou impressionado positivamente com as obras em Manaus, que estão bem adiantas. Isso mostra o interesse e o comprometimento da cidade para a realização da Copa”, afirmou Silva. 

O ministro lançou ainda um desafio à cidade. “Diante desse empenho, nada mais justo que Manaus esteja dentro da Copa das Confederações, por isso quero desafiar o governo do estado e a construtora a entregar o novo estádio em 2012. Aí já podem contar com meu total apoio para sediar também esses jogos”, disse Silva.

O ministro destacou ainda o trabalho de reciclagem de materiais que vem sendo feito na obra, cumprindo o objetivo de o Brasil fazer uma Copa que atenda a quesitos de sustentabilidade. “Não temos dúvida que o turista internacional tem como primeiro roteiro de visita a Amazônia. Então, aqui se tem uma responsabilidade em dobro, porque além de um belo estádio, a preocupação com a sustentabilidade deve ser prioridade”, declarou o ministro. 

Representantes do governo do estado e da construtora Andrade Gutierrez que estavam acompanhando o ministro afirmara que os prazo da obra estão sendo cumpridos. “É totalmente possível entregar este estádio em 2012”, disse o secretário Marcelo Lima.

A construção da Arena da Amazônia está orçada em R$ 498 milhões (R$ 98 milhões são a contrapartida do governo do Amazonas) e deverá comportar 44,3 mil pessoas. O prazo de conclusão da obra é de 36 meses, segundo as exigências da Fifa.


Além de Manaus, as cidades de Salvador, Recife e Cuiabá tiveram as verbas para a construção de seus estádios liberadas pelo BNDES.

http://www.copa2014.org.br/noticias/5431/BNDES+LIBERA+R+400+MILHOES+PARA+A+CONSTRUCAO+DA+ARENA+AMAZONIA.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário