domingo, 12 de agosto de 2012

Cinco razões para investir fora de São Paulo

10/08/2012 - O Estado de São Paulo

Potencial de consumo no interior e alto custo de operação na capital podem convencer o empresário a empreender em outras regiões

GISELE TAMAMAR, ESTADÃO PME 

Capital tem alto custo de operação e de mão de obra
Escolher o ponto de instalação da empresa faz parte do planejamento do empreendedor. Para quem pensa apenas em abrir seu negócio na cidade de São Paulo, o Estadão PME conversou com um especialista para mudar o foco da capital e mostrar o potencial de consumo de outras regiões.

De acordo com o professor do Centro de Empreendedorismo do Insper, Marcelo Nakagawa, um desses motivos é o potencial de consumo do interior. "O Brasil está se expandindo além da capital. É a interiorização da economia, semelhante ao que ocorreu nos Estados Unidos, onde temos cidades de médio porte como polos econômicos. Elas representam grandes oportunidades para os empresários", destaca Nakagawa.
Para o professor, o interior de São Paulo passa pelo mesmo processo, inclusive com o avanço dos shoppings nessas cidades, como Sorocaba, São José dos Campos e Bauru. Um estudo da IPC Marketing reforça essa tendência de desconcentração do crescimento econômico. Em 2012, o interior do Estado ultrapassou a Região Metropolitana de São Paulo e atingiu o posto de maior mercado consumidor do País.
O consumo no interior deve somar R$ 382,3 bilhões ou 50,2% do total do Estado. Já a Grande São Paulo, com a capital e 38 municípios, deve movimentar R$ 379,1 bilhões ou 49,8% do total. Confira a seguir cinco razões para abrir seu negócio fora de São Paulo.
Potencial do interior
O processo de desenvolvimento econômico no interior pode ser uma boa oportunidade para o empreendedor. O interior de São Paulo tem um grande potencial de consumo e representa grandes oportunidades.
Replicação de modelos 
Com o crescimento econômico e o fortalecimento da classe média, outras capitais passam por um processo de replicação de modelos de sucesso de São Paulo, o que pode representar uma boa oportunidade para abrir um negócio. "Um exemplo é a padaria gourmet em São Paulo. Esse tipo de negócio tem avançado em outras capitais", pontua Nakagawa.
Qualidade de vida
O empreendedor não precisa estar na capital para fazer negócio. Ao sair de São Paulo, toda a família ganha em qualidade de vida ao fugir do trânsito, poluição e correria da cidade grande.
Custo de mão de obra e de operação
Ao migrar para outras cidades, o empresário pode conseguir contratar funcionários com custo mais baixo e até mais qualificados. Na capital, o salário é mais alto, assim como o índice de rotatividade, o que gera mais despesas com reposição de mão de obras.
Aproveitar características locais
Algumas regiões do Brasil têm suas características mal aproveitadas. Às vezes é preciso alguém de fora para enxergar o potencial do local. Isso ocorre principalmente em regiões turísticas ou em negócios sustentáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário