sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Alckmin autoriza convênio para construção de ponte estaiada em Salto

26/12/2012 - Governo SP

Estrutura sobre o Rio Tietê integra complexo viário de interligação que receberá investimentos de R$ 21,6 milhões

O governador Geraldo Alckmin autorizou nesta quarta-feira, 26, o convênio entre o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), e a Prefeitura de Salto para execução das obras de construção da ponte estaiada sobre o Rio Tietê.


- Siga o Governo do Estado de São Paulo no Twitter e no Facebook


"Vim autorizar uma grande obra viária e turística para Salto e região, que é a nova Ponte Estaiada, a nova ponte sobre o rio Jundiaí, a interligação entre as duas pontes e a entrada da Ponte Estaiada, com mais uma duplicação de 800 metros. Itu-Salto já foi duplicado, a obra de Itu-Sorocaba também está sendo feita. Em mais 30 dias teremos a entrega do novo trevo de acesso à cidade na SP-079", destacou o governador Geraldo Alckmin.


LEIA TAMBÉM
Parque da Rocha Moutonnée, em Salto, é revitalizado

A nova ponte sairá do trevo da Rodovia Convenção Republicana (SP-079) e dará acesso ao município de Salto, sendo construída próximo à ponte antiga. Além disso, serão executadas obras para duplicação do trecho da rotatória até a ponte, construção de outra ponte sobre o Rio Jundiaí e duplicação da pista de ligação entre as duas pontes, o que formará um complexo viário de interligação. A construção de um elevador panorâmico também está previsto no pacote de obras.

O Governo do Estado investirá R$ 15.837.000,00. O Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade), órgão ligado à Secretaria de Turismo do Estado, realizou o repasse de R$ 5.745.000,00 para a prefeitura da estância turística. Totalizando investimentos previstos na ordem de R$ 21.582.000,00.

A previsão é de que o edital de licitação para contratação das obras seja publicado em janeiro de 2013. E o início das obras está previsto para maio de 2013, com prazo de execução de 18 meses.

Do Portal do Governo do Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário