sábado, 30 de outubro de 2010

Após batalha judicial, Ceará define construtora do Castelão

30/10/2010 - Portal 2010

Consórcio formado por Galvão Engenharia, Serveng Civilsan e BWA venceu a licitação

Projeto de renovação do estádio Castelão para a Copa de 2014 (crédito: Vigliecca Arquitetos)

O consórcio Arena Multiuso Castelão foi declarado vencedor do processo licitatório para o estádio Plácido Aderaldo Castelo, o Castelão. O resultado foi divulgado durante uma sessão pública da Procuradoria Geral do Estado (PGE), na tarde de ontem, 29/10. O consórcio Arena Multiuso Castelão formado pelas empresas Galvão Engenharia, Serveng Civilsan e BWA Tecnologia de Informação será o responsável pela reforma, ampliação, adequação, manutenção e operação do estádio Castelão, além da construção e manutenção da nova sede da Secretaria do Esporte do Ceará.

Conforme o resultado divulgado pela PGE, o segundo lugar ficou com o Consórcio Marquise-EIT-CVS, formado pela construtora Marquise, EIT Empresa Industrial Técnica e CVS Construtora, com nota final de 96,188 pontos. 
Em terceiro lugar ficou o consórcio Novo Castelão, com nota final de 74,212 pontos, formado pelas empresas Carioca Christiani Nielsen Engenharia, Somague Engenharia, Construtora Queiroz Galvão e Fujita Engenharia.
A empresa Odebrecht Serviços de Engenharia e Construção ficou em quarto 
lugar, com 62,496 pontos.

Luta na Justiça

O processo licitatório se arrasta desde fevereiro. Nestes oito meses, enfrentou ações na Justiça, questionamentos do Tribunal de Contas do Estado e por pouco não foi alvo de uma CPI na Assembleia Legislativa.

O último lance foi dado no dia 7 de outubro quando a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a licitação depois que as empresas do Consórcio Novo Castelão ajuizaram reclamação no STJ contra decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que havia sustado duas liminares que haviam inabilitado o Consórcio Arena Multiuso Castelão. 

Após a divulgação do resultado, o secretário do Esporte, Ferruccio Feitosa, homologou a licitação, que foi encaminhada para publicação no Diário Oficial. Na próxima quarta-feira (3/11), será definido o cronograma de execução das obras do estádio, além da constituição das garantias e a criação da Sociedade de Propósito Específico (SPE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário