quinta-feira, 26 de julho de 2012

Governo divulga cronograma do PAC 2

26/07/2012 - Webtranspo

Programa realizará obras de mobilidade em grandes cidades 

Nesta quarta-feira, 25, o Ministério das Cidades publicou no Diário Oficial da União o cronograma para as propostas de financiamento e formalização dos termos de compromisso dos projetos selecionados no PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) Mobilidade Grandes Cidades.

O programa irá atender 51 municípios, de 18 estados brasileiros, e terá investimentos de R$ 32 bilhões em mobilidade urbana, dos quais R$ 22 bilhões são recursos do Governo Federal e, o restante, virá de contrapartidas de estados e municípios. De acordo com a portaria nº 331, as cidades que forem utilizar recursos do Orçamento Geral da União (OGU) têm até o dia 31 de agosto para apresentar a documentação ratificando o interesse e o valor para formalização de Termo de Compromisso.

Em abril, a presidente Dilma Rousseff anunciou as propostas escolhidas (clique aqui e leia), que resultarão em novas linhas de metrô, VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e corredores de ônibus. Ao todo, devem ser construídos mais de 600 quilômetros de vias, 200 quilômetros de trilhos, 381 estações e terminais e serão adquiridos, também, 1.060 veículos para sistemas sobre trilhos.

Os estados e municípios selecionados terão 18 meses para entregar os projetos finalizados. O Rio de Janeiro (RJ) é a cidade que receberá o maior investimento: R$ 4,2 bilhões. Fortaleza (CE), com R$ 3,4 bilhões, e São Paulo (SP), com R$ 3,2 bilhões, aparecem na sequência.




Dilma anuncia investimentos do PAC 2

26/07/2012 - Webtranspo

Serão gastos R$ 32 bilhões em mobilidade urbana -

A Presidente Dilma Rousseff anunciou, na última terça-feira, 24, os projetos selecionados pelo PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para a área de mobilidade urbana nas grandes cidades. Os investimentos serão de R$ 32 bilhões e serão aplicados em 51 municípios, de 18 estados brasileiros, na área de transporte urbano.

O Rio de Janeiro (RJ) é a cidade que receberá o maior investimento: R$ 4,2 bilhões. Fortaleza (CE), com R$ 3,4 bilhões, e São Paulo (SP), com R$ 3,2 bilhões, aparecem na sequência. Dos R$ 32 bilhões a serem gastos, R$ 22 bilhões são recursos do Governo Federal e, o restante, virá de contrapartidas de estados e municípios.

De acordo com Dilma, o montante será utilizado em novos projetos de metrô, Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e corredores de ônibus que irão beneficiar os moradores de cidades com população acima de 700 mil habitantes.

“O Brasil tem que investir em metrô. Antes, as cidades não tinham condições de fazer isso porque era muito caro. Hoje, os governadores têm enorme dificuldade para construir metrôs com a cidade funcionando. É um duplo desafio”, diz a Presidente.

O objetivo é construir mais de 600 quilômetros de vias, 200 quilômetros de trilhos, 381 estações e terminais. Além disso, serão adquiridos 1.060 veículos para sistemas sobre trilhos. Os estados e municípios com projetos selecionados terão 18 meses para entregar os projetos finalizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário