segunda-feira, 1 de outubro de 2012

PAC Mobilidade investirá R$ 3,39 bi no trânsito de Fortaleza

25/04/2012 - Jornal de Hoje

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade Urbana deverá investir m total de R$ 3,390 bilhões em Fortaleza. O anúncio foi feito ontem, pela presidente Dilma Rousseff.

Os recursos fazem parte de um montante de R$ 32 bilhões para 51 grandes cidades brasileiras, acima de 700 mil habitantes, em 18 estados. Estima-se que esses centros urbanos concentrem quase 40% da população nacional.

O dinheiro para a Capital do Ceará bancará a Linha Leste do Metrô de Fortaleza (Metrofor) e o Programa de Mobilidade Urbana de Fortaleza (Transfor II). De acordo com o Governo Federal, os R$ 3,390 bilhões para os dois projetos serão assim divididos:

A União deverá entrar com um total de R$ 1,1 bilhão, com recursos diretos do Orçamento Geral; outro 1,2 bilhão sairá da Caixa Econômica Federal (CEF), via financiamento.

As contrapartidas, tanto do Governo do Estado - responsável pelo Metrofor - quanto da Prefeitura de Fortaleza, totalizarão os demais R$ 1,090 bilhão. O dinheiro sairá dos tesouros e de Parcerias Públicos-Privadas (PPPs).

O Metrô está orçado, no total, em R$ 3,033 bilhões. Já para o Transfor II estão previstos R$ 369 milhões, entre recursos da União (100), Caixa (200) e dinheiro próprio (69).

Sustentabilidade
"O Brasil tem que investir em metrô. Antes, as cidades não tinha condições de fazer isso porque era muito caro. Hoje, os governadores têm enorme dificuldade para construir metrôs com a cidade funcionando. É um duplo desafio", disse a presidente Dilma. "Além disso, temos que olhar pelo lado sustentável, garantir menos tempo de vida a ser perdido pelas pessoas em um transporte de menor custo e de melhor adequação ao meio ambiente".

Ao apresentar o que chamou de "matemática humana do projeto", o ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro, reiterou que os canteiros de obras ligados a essa vertente do PAC vão gerar milhares de empregos. "Mas, além do novo traçado urbano, vamos deixar um legado muito importante se considerarmos que hoje os brasileiros ficam quatro horas por dia no trajeto casa-trabalho".

Em todo o Brasil, o Governo Federal prevê a construção de mais de 600 km de corredores exclusivos para ônibus, pelo menos 380 estações e terminais para esse tipo de transporte, além de 200 km de linhas de metrô e da aquisição de mais de 1.000 veículos sobre trilhos.

Após a publicação da seleção de propostas dos projetos no Diário Oficial da União (DOU), os estados e municípios terão até 18 meses para entregar os projetos. (com agência de notícias)

E agora

ENTENDA A NOTÍCIA

Feito o anúncio dos recursos, Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza devem agilizar os projetos. A experiência mostra que a lentidão é a marca dessas grandes obras. Por muitos fatores. Entre eles, os próprios recursos financeiros. Anunciados, mas, lentamente, liberados.

Números

1,1 bi
É o total que sairá, diretamente, do Orçamento Geral da União, para os dois projetos de mobilidade urbana na Capital do Estado

1,2 bi
É o montante que Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza poderão contrair, em empréstimos, junto à Caixa Econômica Federal


Marcelo Almirante
69 - 9985 7275

Nenhum comentário:

Postar um comentário