sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Cuiabá estabelece parceria para obras da Copa 2014

23/01/2013 - Só Notícias

A Prefeitura de Cuiabá dará apoio à Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) na execução dos projetos necessários para a realização do evento. A garantia foi dada pelo prefeito Mauro Mendes (PSB) durante reunião com o secretário extraordinário, Maurício Guimarães, e a equipe técnica da pasta, esta manhã.

No encontro, a Secopa apresentou alguns dos principais projetos que serão executados nos próximos dois anos e solicitou auxílio do prefeito para resolução de pendências que vinham prejudicado o andamento das obras. Inicialmente, Mendes se comprometeu a realizar dez ações prioritárias.

Uma delas diz respeito à transferência dos feirantes do Centro Atacadista do bairro Verdão, localizado no entorno da Arena Pantanal. Conforme a Secopa, a medida é necessária porque no local será construído um estacionamento com aproximadamente 500 vagas, que dará suporte durante a realização dos jogos. A obra é a única do entorno da Arena que ainda não foi licitada.

Antes de transferir os feirantes, no entanto, é necessário viabilizar uma área para instalação dos mesmos. O prefeito prometeu se empenhar para encontrar uma solução que contemple todos os envolvidos. Na lista de ações a serem executadas pelo município, constam ainda a definição do modelo de calçada a ser implantado ao longo do trajeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT); a indicação de representantes para compor as Câmaras Temáticas; a liberação da taxa de interdição do trânsito; a aprovação do projeto de implantação da avenida Dr. Hélio Ponce de Arruda, além da aprovação da isenção tributária para a obra do VLT e da Lei Geral da Copa no âmbito municipal.

Mendes também se comprometeu a dialogar com o Ministério Público Estadual com o objetivo de encontrar alternativas para a construção do segundo trecho da avenida Parque do Barbado, que liga a avenida Archimedes Pereira Lima à avenida Juliano Costa Marques. O principal obstáculo para execução da obra é a existência de famílias no local, que precisariam ser transferidas para outra área.

Uma alternativa também será estudada para viabilizar a construção do 10º Batalhão, da Delegacia do Turista e da Delegacia de Marcas e Patentes. A área destinada à construção dos prédios, localizada no bairro Jardim Cuiabá, foi vendida pela prefeitura no ano passado. Neste caso, o município irá verificar as medidas jurídicas possíveis de serem aplicadas, uma vez que o contrato já foi firmado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário