terça-feira, 22 de outubro de 2013

Alça de contorno da Grande Florianópolis ficará pronta somente em 2018

30/04/2013 - ND Online

"Complexidade das obras" foi a justificativa dada pela concessionária Autopista Litoral para a demora na conclusão das obras.

Se a visita dos vereadores de Biguaçu à sede da Autopista Litoral Sul, em Joinville, serviu para aproximar Câmara Municipal e empresa, as respostas aos encaminhamentos não foram as esperadas. Uma delas é que a Alça de Contorno da Grande Florianópolis deverá ficar pronta somente em 2018, fazendo com que o trecho da BR-101 no município continue com tráfego intenso de caminhões.

"O trecho de aproximadamente 51 km deve ser concluído entre três e quatro anos, isso por conta da complexidade de obras de arte, como o túnel de 6 km de extensão, em Palhoça", explicou diretor superintendente da concessionária em Santa Catarina, Paulo Mendes Castro. A previsão é de que a Alça de Contorno comece a ser construída no final de 2013, ou no primeiro semestre de 2014. Isso faz com que o término da obra aconteça em 2018.

Outros pontos discutidos e relacionados num documento de 22 tópicos entregue pelos vereadores foram como fechamentos dos acessos à BR-101, construção de passarelas e viadutos, manutenção de vias paralelas e iluminação da rodovia. Quanto ao fechamento dos acessos, Castro afirmou que os fechamentos feitos pela empresa foram determinados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). "Não foi iniciativa nossa, apenas cumprimos uma determinação visando a segurança dos usuários exigida pela PRF", explicou.

"Esse primeiro contato com a concessionária foi muito importante para estreitar o canal de comunicação entre nós,representantes do povo, e aAutopista. São muitos os questionamentos que chegam diariamente aos vereadores, como os fechamentos dos acessos às marginais" ressaltou Manoel Airton Pereira (PP) o popular Bilico, presidente da Câmara, que liderou os 15 vereadores de Biguaçu na visita.

Nova reunião vai discutir mobilidade

Como o município contesta o fechamento de acessos às ruas marginais da BR BR -101, os participantes do encontro de ontem definiram o agendamento de uma nova reunião Dessa vez, entre a Prefeitura Municipal de Biguaçu, a Câmara dos Vereadores, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a concessionária, para discutir as melhorias de mobilidade na região.

Entre as solicitações dos vereadores estão mudança do trevo de acesso a São Miguel, a manutenção no acesso sob a ponte de Cachoeiras, mudança no acesso ao Jardim Marcos Antônio e Bom Viver (que segundo a Câmara está em São José e deveria ser mais à frente, em Biguaçu) e a ligação da SC-408 à BR BR -101. Da lista entregue ao superintendente da concessionária também constam o pedido para construção de passarelas no Jardim Carolina, bairro Bom Viver, ligando as ruas Paulo Zimmermann e Cecília Maria José e outra em frente à rua Geraldino de Azevedo (em frente ao Morro da Bina) e em frente à saída do bairro Vendaval (rua Marechal Deodoro).

Acesse essa notícia direto da fonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário